O Preço do Trabalho de uma Doceira

chef-doces-valorize-doceiraA história a seguir é meramente ilustrativa, mas retrata a realidade de muitas doceiras e boleiras do nosso país. Apesar de ser uma profissão como qualquer outra, que requer esforço,muito estudo e prática, infelizmente muitas pessoas não dão o devido valor à essa categoria profissional. Leia a seguir:

O Preço do Trabalho de Uma Doceira

Uma cliente precisava de um bolo para o aniversario de 5 aninhos de seu filho. Ela era daquelas mães caprichosas e adeptas do faça você mesma então cuidou com carinho de cada detalhe da festinha. No entanto, os preparativos da festa estavam deixando-a louca e o bolo ela resolveu encomendar de alguém que faz pra vender, mas não queria nada caro, ela mesma faria, era simples, ela só não tinha tempo naqueles dias.

Pois bem, meio à contragosto ela pegou o telefone de uma confeiteira com uma amiga e ligou já irritada.
- Boa tarde, preciso de um bolo para a festinha de meu filho, mas não quero que me cobre um absurdo porque eu sei fazer bolos, só não vou fazer porque estou muito atarefada essa semana.
A confeiteira pensou um pouco, mas logo respondeu:
- Quanto a senhora acredita que eu deveria-lhe cobrar?
- Pois bem, você vai precisar apenas de farinha, açúcar, ovos, leite, manteiga, fermento, leite condensado, etc ...
Dito isso, ela deu o valor que a confeiteira deveria cobrar.
A confeiteira fez o cálculo e deu um preço mais barato do que o preço original do bolo e disse:
- Farei o seu bolo como precisa.
A cliente ficou muito satisfeita e contou à todas as suas amigas como é que se devia negociar com “essa gente que cobra absurdos”.
Dias se passaram e chegou o dia do tão esperado aniversário. Na hora marcada a cliente recebeu uma caixa linda.
Para sua surpresa, quando ela abriu a caixa, lá estavam os ingredientes: farinha, açúcar, ovos, leite, manteiga, fermento, leite condensado com um bilhete:

“Querida cliente, acredito que esteja nervosa, mas lhe asseguro que não há engano nenhum, você está recebendo exatamente por aquilo que pagou. Sei que seu tempo é curto e que sua semana foi muito atarefada, mas acredite: a minha também foi e meu tempo também é curto. Se deseja algo mais elaborado, precisa pagar por isso e pelo tempo que vou demorar.”

Moral da História

doceira-valorizeQuando se compra um bolo, doce ou qualquer outra coisa feita à mão, de qualquer que seja profissional, não se compram somente os ingredientes, se compram também o tempo, esforço, dedicação, experiência do profissional que se dedica ao que faz.
Por isso, valorize a boleira, se acha caro, faça você mesma(o).

Se gostou desse post compartilhe nas redes sociais! Tem alguma história ou experiência parecida com a da história? Deixe nos comentários e vamos nos valorizar!

Deixe seu comentário

comentários

curso-bolo-de-pote